Jardim sensorial para gatos

Jardim sensorial para gatos

Jardim sensorial para gatos
Rate this post

Gatos adoram plantas! Tanto dentro como fora da casa, você pode trazer pequenas plantas para seu peludo, o que beneficia sua saúde mental. E você não tem que ser um especialista em jardim, pequeno lugar ensolarado, arbustos e uma vagem pesada (para que o gato não caia) o suficiente para começar a cultivar o Miau.


Jardinagem para gato
Plante um jardim sensorial para o seu gato


Grama de trigo, milho de pipocas e sementes


As gramas de trigo estão totalmente equipados para digerir e eliminar bolas de pelos, tanto para causar vômitos quanto para ajudá-los a atravessar os intestinos. Elas também complementam alimentos nutricionais nutritivos e fibras. A grama faz parte da dieta natural dos gatos, embora muitas vezes involuntariamente pelo do estômago da presa.

Alimentos prontos para grãos vendem pet shops e jardins, mas sementes ou milho de pipocas costumam dar conta do recado. – espere até que cresçam, antes de deixá-las ao alcance do gato. É interessante ter uma produção de graminhas constante, uma vez que o gato irá consumi-los rapidamente. E caso elas cresçam demais, pode-as pois as sementes não devem ser consumidas pelo gato.


Grama de trigo, milho de pipocas e sementes
Plante um jardim responsável para o seu gato



ODOR: Gatos para ervas e valerianas


Eles são ótimos gatos, grandes ou pequenos. O catnip do perfume (erva dos gatos, Nepeta cataria) e da valeriana (Valeriana officinalis) causam um sentimento de euforia nos gatos, que os fazem que deitem, mastiguem e rolem na planta. Alguns gatos não reagem à catnip podem reagir à veleriana e vice-versa.

Estas ervas não se degradam e trazem benefícios para o gato quanto para nós: o chá das folhas de catnip e o chá de valeriana são servem como calmante e sedativo para humanos. Ambos são muito resistentes às alterações climáticas e fáceis de usar, só atente para não expor demais o gato a elas, limitando seu acesso para que não acostume demais, o que faz com que percam o efeito

ODOR: Gatos para ervas e valerianas



 Rosas e Girassóis


Ambas as flores são 100% seguras para gatos e deixam o jardim ficar mais colorido aos olhos humanos. Se você quiser que seu gato também curta a cor, escolha as flores amarelas ou azuis, porque elas não vêem tons de verde ou vermelho


Como o girassol de rosas pode ser facilmente mais alto que uma pessoa, para ambientes internos as variações em miniatura diferente pode ser satisfatória. Todos os tipos são seguros.
Rosas e Girassóis para gato



Bambus, grama verde e Erva-cidreira


Se você tem espaço sobrando, você pode complementar o jardim de bambus, para o gato se esconder e se aventurar, bem como grama verde para o gato deita na hora de seu banho de sol.

Erva-cidreira e o Capim-limão também são opções interessante para se esconder e elas mantém os insetos longe, mas até mesmo alguns gatos amam seu odor forte e outros não gostam, e passam longe. O mesmo se aplica à lavanda, alecrim e hortelã. Dê uma olhada para descobrir as preferências do seu miau.


Bambus, grama verde e Erva-cidreira  gato

SOBRE CACTOS E SUCULENTAS


Muitos gatos adoram a textura dos cactos para se coçar e a maioria das espécies são relativamente seguras, bem como algumas suculentas. O único perigo, isto é, é o corpo que representa os dedos, o que pode causar infecções. Raramente acontece (gatos não são estúpidos, duh), mas sempre interessante supervisionar a interação do peludo com o cacto para evitar lesões, e escolher a opção com pontas macias e um pouco de interrupção.

SOBRE CACTOS E SUCULENTAS PARA GATOS


CUIDADO: CARACTERÍSTICAS DOMÉSTICAS


Muitas plantas pode ser fatal para os gatos: lírio, kalanchoe, azaleia, tulipa, babosa, comigo-ninguém-pode, hera, hortênsia, maconha, avelós, copo de leite, fícus, entre muitas outras.

CUIDADO: CARACTERÍSTICAS DOMÉSTICAS

Evite plantas perigosas a todo custo! Mesmo os gatos que costumam mastigar um dia podem melhorar seu desejo. Se o seu gato está comendo ou armazenando uma planta venenosa ou tóxica, envie-o imediatamente ao veterinário.



Se você gostou deste artigo do blog Jardim Panda compartilhem com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *